Bova um dos mais importantes vilarejos helenísticos da Calábria

A cidade de Bova tem origens antigas. Está situada do lado esquerdo do córrego Ammendola, no alto da rochosa Aspromonte oriental. Segundo a lenda, uma rainha armênia conduziu seu povo no Monte Vua, cujo nome aparece em uma clara referência à presença do boi, em uma terra que é usada para pastagem de gado e criação de ovinos em geral.


Veja o video antes de continuar a ler o texto


Sua localização é muito cênica de seus 850 metros de altitude. Do alto de seu topo você pode observar toda a costa.

A aldeia de Bova é um dos mais importantes vilarejos helenísticos da ilha gregânica e tem uma longa história, da qual há sinais claros em sua cidade. É também o mais indicativo da Calábria grega e constitui a “Comunidade ellenofona da Calabria”. A cidade de Bova é o centro de uma ilha lingüística única no mundo, é parte intocada do lado Jónico do Aspromonte, que fala um dialeto do grego.

 


CURIOSIDADES: VOCÊ SABIA QUE EM 2017 O NEW YORK TIMES ELEGEU A CALÁBRIA COMO UM DOS 52 LUGARES IMPERDÍVEIS A SEREM VISITADOS NO MUNDO? FOI A ÚNICA REGIÃO ITALIANA ELEITA PELO NEW YORK TIMES EM 2017!E VOCÊ, VAI FICAR DE FORA?


 

História

Sua história começa provavelmente com a sua fundação no período neolítico (século VII ou VIII), com a famosa derrota da Grécia Antiga desde o século VI a.C. Ela sofreu vários ataques de vários povos da Albânia e de outras áreas Jônicas, que introduziram seus costumes, tradições e línguas.

As origens antigas da aldeia de Bova (vua) também reconhecida pelo nome de Bova Superiore, são testemunhadas por numerosos achados arqueológicos descobertos perto do castelo nômade que remonta ao período Neolítico, embora a primeira evidência historicamente documentada sobre a existência dela data por volta do início dos anos do segundo milênio, quando entre 1040 e 1064 os nômades se estabeleceram na dominação árabe e bizantina na Sicília e Calábria.

Bova

No século VIII – VI. C. tornou-se uma colônia da Magna Grécia, enquanto que nos séculos seguintes foi sitiada pelos sarracenos, árabes e nômandes, e este último com a sua dominação Bova entrou no período feudal e tornou-se um condado.

A cidade era um antigo bispado, e seguiu o rito grego introduzido em Calabria por monges basilianos até 1572, quando o Bispo Stauriano impôs o rito latino, fez desaparecer todos os vestígios do rito bizantino e com ele todas as imagens e caules, substituindo-os por estátuas do século XVII adequadas ao rito romano.

 


Faça da sua viagem para Calábria uma experiência única! Conheça a Calábria comigo e viva a cultura, a gastronomia e a história local com uma brasileira que ama esse território!


As obras artísticas desse período são representadas pelas inúmeras igrejas em toda a área, com portais em pedra local e estátuas de mármore decoradas atribuídos a escola de artes de Messina.

BovaA romanização levou ao desaparecimento gradual da língua grega, que foi considerada a língua do povo ou o povo pobre.

Desde meados dos anos 90 até os dias atuais, há um novo interesse na cidade de Bova Superiore e são avaliados não só os recursos culturais, mas também é recuperado o o patrimônio arquitetônico público e privado.

Em 2003, chega o primeiro reconhecimento a nível nacional, a primeira confirmação de que os esforços nao foram em vão, o que levou a cidade de Bova a ser reconhecida como uma das mais belas aldeias da Itália.

A ser visto

A cidade de Bova é dominado do castelo que remonta aos tempos dos normanos, hoje é reduzido a ruínas, fica em cima de um afloramento rochoso, que, embora danificado, está situado em uma posição estratégica que domina a área circundante, o litoral e a meia distância já é possível enxergar o Etna.

Os poucos vestígios que restam da estrutura original não são suficientes para reconstruir o desenvolvimento planimétrico da planta e até à data e reconhecer as sucessivas fases de construção de toda a planta. As fontes descrevem um imponente castelo fundado em tempos nômades que foi reforçada em 1494 pelos aragoneses.

BovaOutro monumento importante é a Catedral de Bova, antigo bispado, cuja construção original remonta aos primeiros séculos d.C. Certamente existia no século V, conforme documentado pela assinatura de Lorenzo, Bispo de Bova. Dedicada a Nossa Senhora da Apresentação ou “Isodia”, é o resultado de sucessivas reconstruções e renovações, a basílica tem uma nave central e duas laterais.

As obras mais importantes são a Capela do Sacramento, construído por artesãos sicilianos especializados no processamento de embutidos de mármore multi-coloridas, e a estátua da Madonna “Isodia” com a criança, atribuída a Rinaldo Bonanno (1584), colocada em um banco de mármore que reproduz o brasão da Bova. As escavações descobriram várias tumbas e resquícios da antiga igreja nômade.

Não muito longe da catedral, você pode visitar o Santuário de St. Leo em que pode admirar o altar-mor, em mármore vermelho e branco, que é colocado em um nicho de policromia, a estátua de mármore de Saint pela oficina de Montorsoli. O santo segura na mão esquerda um machado quebrado e repousa sobre uma bola de gude octagonal, sobre a qual é mostrado o brasão com boi.

Vamos encontrar outros esplendores barrocos na Capela das Relíquias.

A Igreja do Carmine (século XVII) é uma capela bastante bonita que pertencia à família Mesiani. A principal perspectiva no estilo tarde renascentista é definido por pilastras altas que suportam uma estrutura com frontões triangulares.

Bova na CalábriaO portal de pedra construído por trabalhadores foi colocado no eixo da fachada e está revestida pelo brasão de mármore da família Mesiani. No interior há um altar de mármore fino.

A fachada principal da Igreja do Espírito Santo (sec. XVII) tem formas simples e austeras, e contém um portal das estruturas arquitetônicas do final da Renascença, esculpidas em pedra por pedreiros locais.

A igreja foi severamente danificada pelo terremoto de 1783, 1908 e 1928 e agora se encontra em estado de abandono. Também danificada por terremotos, mas restaurada e reaberta ao culto é a igreja de San Rocco (sec. XVI), em que se celebra de acordo com o rito bizantino grego.

Entre as vielas estão muitas residências nobres que testemunham a importância deste vilarejo.

Eles são geralmente construídos de pedra e tijolo e embelezados por fora com pilastras, cornijas, mísulas e esplêndidos portais de entrada.


VEJA O VIDEO DE BOVA


Notável é o Palazzo Mesiani-Mazzacuva, construído no final do século XVIII, localizado ao lado das estruturas das antigas defensivas da cidade e projetado pela cidade para se tornar um centro cultural na Magna Grécia.; Palazzo Nesci Sant’Agata localizado na praça principal e é propriedade privada (sec XVIII.); e, finalmente, o Palazzo Tuscano (sec. XIX) na parte superior da aldeia, que vai abrigar o Centro de Visitantes do Parque Nacional do Aspromonte.

A Bova tem também um museu importante, chamado Museu de Paleontologia.

Instalado na antiga prefeitura, o Museu de Paleontologia e Ciências Naturais Aspromonte, tem várias salas de exposição e uma grande seção central, onde passando de uma para a outra você verá um itinerário que te fará sentir a magia e o fluxo do tempo.

20150906_105125Na entrada encontraremos alguns imponentes mapas do Parque Nacional, dentro do qual fica a cidade de Bova, traçando os limites do Parque e destacando os recursos naturais existentes.

O museu é um ponto de referência interessante para pesquisadores e entusiastas do setor porque oferece material abundante para o estudo da Calábria e de Reggio em específico. O museu é único no Sul por causa da importância das obras que guarda dentro das salas de exposição, uma vez que os resultados mostram momentos significativos da história evolutiva da Calábria.

Conclusões

Bova: um dos centros greganicos mais importantes da região, cujos habitantes promovem iniciativas para preservar a sua identidade e rico patrimônio cultural. A cidade velha, situada numa encosta, está cheia de ruas estreitas, pequenas praças, palácios, galerias e vistas fascinantes do litoral.

BovaO florescimento artesanato local pode ser rastreado até a tradição agro-pastoral e a cultura “helenista”, tem uma longa tradição que sobrevive até hoje em alguns setores, como colheres de escultura em madeira, bandejas de bolo e queijo decorados com motivos florais e geométricos, coleiras para caprinos, varas de busto, seu vidro (janelas, mesas, copos), tecelagem (cobertores, toalhas de mesa, tapetes). A matéria-prima para a tecelagem é feita a partir de lã, linho e acima de tudo pela vassoura, que é coletado nas encostas do Aspromonte e naturalmente processados pelos mesmos tecelões com utilização de mão-de-obra manual. Andando pelas ruas estreitas de Bova ainda é possível ouvir o tiquetaque da velha máquina de tecelagem.

BovaEnfim, conhecer Bova é conhecer o passado de uma população gloriosa que foi os gregos!

Como chegar em Bova?

Estradas, A3 para Reggio Calabria – SS 106 para Bova Marina – Provincial até Bova.

Comboio: estação em Bova Marina e dali ir para Bova Superior com um táxi.

ônibus: de Bova Marina, de Locri e de Reggio Calabria.

Aeroportos: Reggio Calabria. Lamezia Terme. E dali com um trem ou com um carro.

E bom passeio!!


MINHA SUPER DICA: Para fecharmos esse post é com imenso orgulho e prazer que quero apresentar a vocês o nosso e-book! Escrito e organizado por mim, é seu guia definitivo (e imperdivel) para viajar para a Calábria com toda tranquilidade que você merece. Estar em um país distante não é fácil, por isso, com esse e-book, sua viagem vai ficar muito mais serena! Nele você encontrará dicas, sugestões, idéias, melhores lugares para comer, se divertir,  itinerários e muito mais! Clique no banner e compre o seu e-book agora mesmo! Somente 4,99 euros! (menos de um café da manhã em um bar na Itália, imperdivel, verdade?)

Capa e-book Viajando para a Calábria
QUER VIAJAR PARA A CALÁBRIA? Receba todas as dicas que você precisa para curtir ao máximo sua viagem! 117 páginas de informações de quem conhece a Calábria como ninguém! Somente 4,99 euros.!

 

 

 


Não deixe de ler:

Como Chegar e como se locomover na Calabria?


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Calabria

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Calabria

  1. Conheça todos os nossos passeios na Calábria agora mesmo!
  2. Itinerário na Calábria de 3 dias?
  3. Itinerário na Calábria de 6 dias?
  4. Itinererário de enogastronomia na Calábria! Sensacional!
  5. Quais são os 10 lugares que você precisa conhecer na Calábria?
  6. Bate e volta a partir de Cosenza? O que fazer perto de Cosenza?
  7. Bate e volta a partir de Reggio? O que fazer perto de Reggio Calabria?
  8. Por que visitar Tropéia na Calabria?
  9. Vamos conhecer Réggio?
  10. Vamos conhecer Cosença?
  11. Qual é o melhor periodo para viajar para Calábria?
  12. Viajando de carro na Calábria. Veja agora esse fantástico post!
  13. Conhecendo os burgos mais belos da Calábria. Veja agora!
  14. Turismo na Calabria. Veja agora!
  15. Os 9 burgos mais belos da Calábria. Veja agora!
  16. Quais são as 10 praias imperdiveis da Calábria?
  17. Como encontrar os parentes calabreses?

Veja todos os nossos posts sobre a Calábria!

Grande abraço da Calábria

Ana Patricia

Escrito por

Sou Ana Patricia, ítalo-brasileira, vivo há 14 anos na Itália, formada em Biblioteconomia na Universidade Estadual Londrina-UEL em Londrina-PR, em Scienze del turismo pela Universidade da Calábria, com um master em Turismo Cultural pela Fondação Garrone, parceira da Universidade de Catânia em Sicília, além de ser a única guia de turismo em língua portuguesa da Calábria, possuo também a habilitação de acompanhante turístico na Europa e sou a idealizadora/fundadora do Touristico - Consultoria Italia Brasil. Desde 2012 trabalho com a valorização e a promoção do território italiano de modo geral e desde (2015) de modo mais especifico e concreto, promovo essa região maravilhosa, mas ainda pouco conhecida pelos brasileiros: a Calábria! O nosso site dará informações sobre a Calábria turística e a Calábria menos turística e por isso mais autêntica, aquela feita pelos burgos medievais! Essa região possui muitas aldeias medievais incorporadas entre rochas, muitas vezes construídas com vista para o mar, para se proteger contra as invasões sarracenas ou em agradáveis cantos panorâmicos onde a vida ainda acontece de acordo com o ritmo de cada estação do ano. Venha conhecer a Calábria comigo!!! Essa região te surpreenderá! Ana Patricia Guia de turismo na Calábria

Deixe um comentário