Morano Calabro

“Um vilarejo particularmente característico aos pés do Pollino na Calábria”

É muito singular o pequeno vilarejo de Morano Calabro, que fica sob uma colina de 694 metros acima do nível do mar, e é definitivamente um dos mais centros mais fascinantes do Parque Nacional do Pollino.


Veja o video do castelo de Morano antes de continuar a ler o texto..


Morano Calabro é considerado um dos burgos mais belos de toda a Itália, e seu encanto vem de sua posição particular, que cria um cenário espetacular ao longo do ano, seja quando é coberto em planícies verdes na primavera, seja quando está coberto de neve no inverno.

Morano, Calabria 1280 x 720

As habitações características parecem amontoar-se umas sobre as outras, lotando a parte inferior da coluna, com largos degraus que, aos poucos, vão estreitando, formando uma espécie de pirâmide, acima da qual está o antigo castelo de origem normanda, que não por acaso é chamado de “berço”, porque à primeira vista, parece um berço.

O local era um posto estratégico avançado, em uma encruzilhada cultural e comercial, e durante o período da Magna Grécia (século VI A.C.), constituía-se um dos caminhos entre Jônio e Tirreno.


CURIOSIDADES: VOCÊ SABIA QUE EM 2017 O NEW YORK TIMES ELEGEU A CALÁBRIA COMO UM DOS 52 LUGARES IMPERDÍVEIS A SEREM VISITADOS NO MUNDO? FOI A ÚNICA REGIÃO ITALIANA ELEITA PELO NEW YORK TIMES EM 2017!E VOCÊ, VAI FICAR DE FORA?


Os nomes Muranum e Summuranum remontam o período romana, do qual deriva, também, a atual denominação do local. O primeiro, e mais antigo, aparece em um único registro de pedra milenar do século II a. C. Recuperado em Polla, no Valle de Diano. Em “Lapis Pollae”, Muranum quer dizer “estação” da Regio-Capuam, antiga estrada romana consular, vulgarmente conhecida como Popilia-Annia, que era o única acesso à Calábria através do continente. Summuranum aparece no itinerário de Antonino (séc. II D.C.) e na Tabula Peutingeriana (séc. II D.C.), provavelmente representava outro local através da Regio-Capuam, atrás da cidade de Morano e Castrovillari.


VEJA O VIDEO DE MORANO CALABRO


Ainda permanece no local a instalação final da Idade Média, com uma compacta camada de casas e um labirinto de escadas, becos e ruas sinuosas, parcialmente esculpidos na rocha. As construções são tão próximas umas das outras que parecem, do fundo do Pollino, como uma irreal colina perfeitamente cônica, feita somente de casas. A cidadela é entremeada de tantas vielas rasgam o local e abrem-se frente à igreja e aos números palácios senhoriais, cada um marcado por importantes eventos e tantos anos de história.

Morano Calabro. Fonte Flick 1280 x 720

O CASTELO

O antigo brasão local, com a cabeça de um mouro, indica a presença saracena entre os séculos X e XI. Neste período foi inaugurado o primeiro forte no topo da colina, expandido no século XIII para um castelo, propriamente dito, do qual, hoje, restam ruínas espetaculares.

 


Faça da sua viagem para Calábria uma experiência única! Conheça a Calábria comigo e viva a cultura, a gastronomia e a história local com uma brasileira que ama esse território!

 


Entre o céu e as colinas verdes, está o Castelo, há séculos defendendo o acesso à Calábria, que foi renovado e ampliado na primeira metade dos anos 1500 por Pietro Antonio Sanseverino, príncipe de Bisignano, senhor feudal de Morano.

Aparece em ruínas no topo da cidade, em um posição estratégica, dominando todo o vale da antiga Sybaris. Suas origens remontam ao tempo dos romanos, quando foi erguido um forte, ou provavelmente, uma torre de vigia, que serviu como base para remodelação posterior, no período normando-suábio.

Italy, Calabria, Morano Calabro
Italy, Calabria, Morano Calabro

Em torno desta época, é provável que o castelo, passou de sua forma a rudimentar para uma construção mais elevada e alargada. Muito significativa, porém é a renovação do edifício, nos primeiros 40 anos do século XVI (entre 1514 e 1545), a mando do feudatário Pietrantonio Sanseverino, que, na realização do trabalho, inspirou-se no modelo de Maschio Angioino di Napoli, chamando para a construção os mais qualificados trabalhadores da época. O Castelo foi residência quase constante até o início dos anos 1700.

Sua forma atual indica a forma que possuía na primeira década do século XVIII: A praça, cercada por seis torres cilíndricas (das quais sobrevivem integralmente somente a central e a esquerdo-dianteira).

 IGREJA DE SANTA MARIA MADALENA

Assim que se chega ao local, na praça principal, não há como não notar a importante igreja de S. Maria Madalena, com uma imponente cúpula e o campanário de azulejos verde-ocre, visíveis de toda a cidadela, que combinam muito bem com as cores do céu e da montanha que o rodeia.

A igreja foi construída em período medieval sobre uma velha capela localizada em um bosque de olmos. Sucederam-se, durante os séculos XVI-XIX numerosas ampliações e reconstruções que dão à igreja seu atual aspecto barroco-tardio.

A igreja e seu interior abrigam muitas obras de arte moranenses e representa um importante centro histórico-artístico, além de religioso, no centro de Morano Calabro.

 


 UM POUCO DAS BELEZAS DA CALÁBRIA


A rica presença de obras de arte, muitas das quais são provenientes de outros igrejas de Morano, permite que você defina o “Madalena” como uma espécie de igreja-museu – de fato, em seu interior, destaca-se o Retábulo, de Bartolomeo Vivarini (Murano, 1430 – Veneza, 1491), uma obra datada de 1477, vinda da igreja de San Bernardino.

Atravessando a cidadela, não se pode deixar de visitar a Igreja de San Bernardino de Siena. Uma joia da arquitetura monástica dos anos 1400 em estilo gótico tardio, é o teto em relevo de madeira da casco de navio – único na Calábria.

Também valem a visita a Igreja de S. Maria del Carmine, a Igreja de S. Nicola, de SS Pietro e Paolo, e, um pouco mais afastado, o Convento dos Cappuccini, com o claustro do século XVII, e as ruínas do mosterio de Colloreto, cercados por uma floresta de samambaias e faias aos pés do Pollino.

OS MUSEUS

Entre uma igreja e outra, você também tem a chance de visitar o museu de história natural do Nibbio, uma referência à conscientização e à promoção da cultura da natureza que envolve o parque. O museu natural é organizado em seções monotemáticas, e em cada um é desenvolvido um tema ligado à Ornitologia, Entomologia, Malacologia, com referências especiais à vida animal e vegetal nos entornos do Pollino. A exposição é exposta em diversas unidades do Centro Histórico (as imagens abaixo são para seções de um só tema do museu).

Outro museu que você pode visitar é o Museu de História da Agricultura e Pastorícia.

O museu é dividido em nove seções, dentro das quais – através de um levantamento da história social, é oferecida uma leitura das principais setores da economia local. A exposição utiliza-se de vários instrumentos de trabalhos, utensílios e objetos de uso doméstico, vagões e outros meios de transporte, e cópias do vestiário popular.

Morano

Conclusão

Considerado um dos mais belos burgos da região da Calábria e da Itália, além de ser apreciado pela sua arquitetura e sua arte, é admirado por sua localização, inserido em um ambiente natural, como, por exemplo, a experiência de estar sobre a massa do Pollino, capaz de deixar você sem fôlego.

Certamente, é um local para um turista visitar, seja para passar suas férias ou um fim de semana. Muitas são as razões que nos levam a Morano Calabro, como a arte, a cultura, a história e o charme desta cidadela nas encostas do Monte Pollino, onde é fácil encontrar um pouco de refresco nos dias mais quentes, ou neve do inverno para um passeio romântico pelas ruas estreitas do burgo.

Uma experiência única é estar neste local fantástico aos pés da colina sobre a qual estão as ruínas de um antigo convento de 1600, que permite desfrutar de caminhadas com o sentimento de imersão em uma natureza selvagem e intocada, arqueologia, boa comida, excelente hospitalidade e cordialidade por parte de quem está em Morano. A proximidade do burgo do Morano Calabro a outras cidades características do Pollino completam a beleza da visita.

Além disso, a cidade faz parte da Associação ”Paesi Bandiera Arancione”  e do Clube dos Burgos mais belos da Itália, e seu território é parte do itinerário gastronômico “Strada del Vino e dei Sapori del Pollino”. Outra preciosidade é a gemealogia do burgo com a cidade de Porto Alegre, no Brasil.

Como Chegar em Morano:

Aéreo: Aeroporto internacional de Capodichino, Nápoles; Aeroporto de Lamezia Terme, (Catanzaro) e dali aconselho usar um carro.

De Carro da Auto-estrada Salerno – Reggio Calabria, saída da auto-estrada Morano Calabro – Campotenese, para quem vem do norte, é possível chegar percorrendo cerca de 12 Km da íngreme e sinuosa ex S.S.19, saída na auto-estrada Morano Calabro – Castrovillari, para quem vem do Sul, o trecho que liga ao local é de cerca de 7Km.

De Trem, ou você pode descer em Sibari (Cosenza) ou Sapri (Salerno), de acordo com os horários disponíveis, você pode encontrar uma conexão com os serviços de ônibus da Ferrovia Calabro-Lucane; Para quem tiver a possibilidade de prosseguir de trem, o trajeto é mais cômodo e veloz da estação de Maratea (Potenza) e dali com um carro ou táxi.

Não aconselho essa opção, o melhor é sempre chegar com um trem nas cidades principais e dali prosseguir com um carro. Veja mais detalhes no seguinte link:

E bom passeio!!


MINHA SUPER DICA: Para fecharmos esse post é com imenso orgulho e prazer que quero apresentar a vocês o nosso e-book! Escrito e organizado por mim, é seu guia definitivo (e imperdivel) para viajar para a Calábria com toda tranquilidade que você merece. Estar em um país distante não é fácil, por isso, com esse e-book, sua viagem vai ficar muito mais serena! Nele você encontrará dicas, sugestões, idéias, melhores lugares para comer, se divertir,  itinerários e muito mais! Clique no banner e compre o seu e-book agora mesmo! Somente 4,99 euros! (menos de um café da manhã em um bar na Itália, imperdivel, verdade?)

Capa e-book Viajando para a Calábria
QUER VIAJAR PARA A CALÁBRIA? Receba todas as dicas que você precisa para curtir ao máximo sua viagem! 117 páginas de informações de quem conhece a Calábria como ninguém! Somente 4,99 euros.!

 

 

 


Não deixe de ler:

Como Chegar e como se locomover na Calabria?


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Calabria

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Calabria

  1. Conheça todos os nossos passeios na Calábria agora mesmo!
  2. Itinerário na Calábria de 3 dias?
  3. Itinerário na Calábria de 6 dias?
  4. Itinererário de enogastronomia na Calábria! Sensacional!
  5. Quais são os 10 lugares que você precisa conhecer na Calábria?
  6. Bate e volta a partir de Cosenza? O que fazer perto de Cosenza?
  7. Bate e volta a partir de Reggio? O que fazer perto de Reggio Calabria?
  8. Por que visitar Tropéia na Calabria?
  9. Vamos conhecer Réggio?
  10. Vamos conhecer Cosença?
  11. Qual é o melhor periodo para viajar para Calábria?
  12. Viajando de carro na Calábria. Veja agora esse fantástico post!
  13. Conhecendo os burgos mais belos da Calábria. Veja agora!
  14. Turismo na Calabria. Veja agora!
  15. Os 9 burgos mais belos da Calábria. Veja agora!
  16. Quais são as 10 praias imperdiveis da Calábria?
  17. Como encontrar os parentes calabreses?

Veja todos os nossos posts sobre a Calábria!

Grande abraço da Calábria

Ana Patricia

Escrito por

Sou Ana Patricia, ítalo-brasileira, vivo há 14 anos na Itália, formada em Biblioteconomia na Universidade Estadual Londrina-UEL em Londrina-PR, em Scienze del turismo pela Universidade da Calábria, com um master em Turismo Cultural pela Fondação Garrone, parceira da Universidade de Catânia em Sicília, além de ser a única guia de turismo em língua portuguesa da Calábria, possuo também a habilitação de acompanhante turístico na Europa e sou a idealizadora/fundadora do Touristico - Consultoria Italia Brasil. Desde 2012 trabalho com a valorização e a promoção do território italiano de modo geral e desde (2015) de modo mais especifico e concreto, promovo essa região maravilhosa, mas ainda pouco conhecida pelos brasileiros: a Calábria! O nosso site dará informações sobre a Calábria turística e a Calábria menos turística e por isso mais autêntica, aquela feita pelos burgos medievais! Essa região possui muitas aldeias medievais incorporadas entre rochas, muitas vezes construídas com vista para o mar, para se proteger contra as invasões sarracenas ou em agradáveis cantos panorâmicos onde a vida ainda acontece de acordo com o ritmo de cada estação do ano. Venha conhecer a Calábria comigo!!! Essa região te surpreenderá! Ana Patricia Guia de turismo na Calábria

24 comentários

  1. Carlos Augusto Machado Rímolo Responder

    Meu bisavô, Theodoro Rímolo, veio daí de Morano Calabro para O Brasil em 1888, descobri que a família Rímolo ( minha família é daí). Poderia me ajudar? Estou tentando fazer a árvore geanológica da família e só tenho esses dados. Gostaria de mais dados dele como filiação, se existe Brasão. Me ajudem.Um primo dele de nome Antonio Verbicário, também daí, veio para veio para o Brasil em 1890 e antes ficou 40 dias de quarentena na Argentina.

  2. Vitória Paiva Responder

    Ana Patrícia parabéns pelo seu blog! Meu interesse em especial é por Catanzaro e regiões no entorno. Gostaria que se comunicasse comigo e também de receber sugestões de passeios, visitas a produtores de vinho, etc. Aguardo. Obrigada

  3. Bom dia gostaria de saber se consegue o contato do prefeito de RIACHI na Calabria.Pois sou eco designer e tenho um projeto de oficinas de artesanato sustentaveis para os refugiados com capacitação e geração de renda .E vi numa reportagem que o prefeito esta sendo uma pessoa notável com essa visão.

    • Olá Rosei não conheço ele. E não acho que seja tão fácil conseguir o contato.. mas vou perguntar para um amigo que está sempre em Riace e qualquer coisa te aviso:)
      Grande abraço, Ana Patricia

  4. Amei seus comentários, vc coloca tudo de uma maneira como gosto de viajar. Me identifiquei muito com vc.
    Gostaria de alguns conselhos, estamos programando uma viagem de 15 dias pelo sul da Itália. Saindo de Roma.
    Gostaríamos de fazer Abruzos, Puglia, Basilicata, Calábria e Sicília…..com foco em vinho, culinária, caminhos românticos e charmosos….Aguardo ansiosa sua resposta..

  5. Ciao Ana…vc ja esteve em Papasidero? Alguma dica de empresa para fazer turismo de a aventura? E onde compro ingressos p a grotta del romito???
    Estela Gulin é minha prima e vamos para Itália na mesma epóca…rs
    Grazie!!!!

  6. Darville Souza Filho Responder

    Ana Patrícia, muito bom teu blog. Gostaria de tirar uma dúvida com relação a viagem de Roma para a Calábria. Qual a opção de trem de viagem cômoda a viagem e mais próxima de Morano Calabro? Qual a distância de Morano? Nesta localidade temos locação de carro disponível? Desde já te agradeço.

    • Darville te aconselho a reler o post e verificar no final do post COMO CHEGAR EM MORANO:) Tem essa informação.. Em relação a locação de carro você vai encontrar somente nas localidades maiores como Cosenza, Reggio e nos aeroportos.. Um grande abraço e boa viagem, Ana Patricia

  7. Adoreiiiiiiiii, gostaria que mostrasse San Giorgio de Morgeto pois meus bisavós vieram de lá, família Valeriote, bjs.obrigada

  8. Ilha rota calvete Responder

    Olá Patrícia.
    Belo trabalho.
    Eu conheço Cosenza. Terra do meu avô materno. É uma linda cidade.Um dia vou fazer esse roteiro. Quem sabe contigo.abs

  9. Maria Amelia Correa Morano Responder

    Ola Patricia, gostei muito da sua exposiçao sobre Morano.
    Nosso sobrenome é Morano e o que tudo indica , Calábria. Estivemos na Italia em abril/2017. Porém não conseguimos chegar até Morano. Ficará para a proxima viagem.

  10. Antônio Carlos Filomeno Machado Responder

    Ana gostaria de que você localizasse a casa dos meus antepassados aí em Morano. Seus nomes eram: ROCCO FILOMENA – FILOMEMA SEVERINO FILOMENA, rendo como filhos DOMENICO, MARIA, ANTONIO E GIUSEPPE. Favor informar os custos

  11. Oi Patricia , gostaria de conhecer melhor teu modo de trabalho e valores para uma viagem a Morano , terra de meus antepassados, em setembro próximo, podes me dar uma orientação?

Deixe um comentário