Viajando para a Calábria
Encante-se com a Calábria!

Vamos conhecer Síbari na Calábria?

“A antiga colônia grega chamada Sybaris”

2 94

This post is also available in: English (Inglês)

Nossa Introdução

Vamos conhecer Síbari uma das colônias mais importantes da Magna Grécia? Síbaris foi uma épica colônia em desenvolvimento da Magna Grécia, fundada por volta do primeiro milênio a.C. A cidade tinha uma vida cultural abundante, porém um ritmo um pouco menos frenético em nível econômico e social. Vamos ao nosso post do dia? Vamos conhecer Síbari na Calábria? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Calábria você realiza a viagem dos seus sonhos!!! SAIBA AQUI ONDE DORMIR NA CALÁBRIA!


Assista a esse Vídeo!!!


Um pouco mais sobre Síbari

Localizada em uma depressão geográfica e de frente para o mar Jônico (que na época tinha um tráfego intenso), Síbaris fica entre dois rios: o Crato (Crathis) e o Coscile (Sybaris). A cidade foi sem dúvidas a metrópole mais ilustre da Magna Grécia, por sua riqueza, sofisticação e luxo – de maneira que nenhuma geração futura conseguiu atingir.

1) Vamos conhecer Síbari na Calábria? VISITE OS SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS

A partir do século XIX, o interesse pelos inúmeros vestígios históricos de Síbaris permitiu, ao longo das décadas, que fossem feitas várias pesquisas baseadas nas indicações topográficas de fontes sérias. Assim, foi localizado o sítio e finalmente começaram as escavações na década de 30, revelando as marcas ainda hoje desconhecidas e misteriosas de Síbaris e de sua história. As grandes campanhas sistemáticas dos anos 60 (e dos anos seguintes) permitiram explorar apenas uma parte da grande área de Síbaris, revelando principalmente as estruturas referentes ao período romano da cidade de Copia.

As várias problemáticas inerentes às escavações – isto é, a espessura das camadas aluviais que cobriam as instalações antigas, as fases de sobreposição das três cidades, a camada de água que piorava ainda mais as operações arqueológicas etc. – contribuíram para uma programação cuidadosa das intervenções. Não sendo possível naquele momento explorar grandes áreas como no passado, focou-se em escavações pontuais (por meio de raios-X e scanners) para esclarecer alguns dos principais aspectos de Síbaris, Túrio e Copia.

2) Vamos conhecer Síbari na Calábria? CONHEÇA O PARQUE ARQUEOLÓGICO E O MUSEU

Parque Arqueológico e o Museu Arqueológico Nacional Sibarita. O sítio arqueológico de Síbaris fica em frente à rodovia Ionica, no sul da cidade – e sem dúvidas merece uma visita! Nas ruínas descobertas na década de 30, surgem algumas ruas pavimentadas de visível origem romana (piso de pedra) e algumas colunas espalhadas que conseguem traduzir apenas uma parte da grandeza da cidade. Na época da Magna Grécia, Síbaris competia com Tarento, com uma população estimada de 100.000 habitantes.

As pesquisas arqueológicas no território de Síbaris começaram em 1960, quando revelaram as três áreas de grande importância: a primeira e mais extensa é o “Parque do Cavalo”, onde é possível ver o que restou da porta de entrada da cidade e uma parte da urbanização original. A segunda é a “Casa Bianca” e a terceira é o “Prolongamento da Estrada” – uma atração perto da outra. Dentre as áreas escavadas, apenas uma é aberta ao público (pela rodovia SS 106 – a 2 km em direção ao sul, da sede principal).

Parque Arqueológico

A visita ao Parque Arqueológico permite admirar todo o bairro artesanal da Síbaris arcaica, denominado Parque dos Touros, com as ruínas do teatro romano do século I d.C., as termas e as tavernas também da época romana, a grande vila urbana e a domus (residência das famílias abastadas) com pisos de pedra.

Museu Arqueológico Nacional Sibarita

Não muito longe dali está o Museu Arqueológico, onde ficam expostos os objetos achados durante as escavações nos arredores (tais como antefixos, moedas, esculturas em argila). O item mais famoso é a estátua de bronze do “Toro Cozzante” – encontrada recentemente em um prédio da antiga colônia romana Copia, do século V a.C. O achado é considerado pelos estudiosos, depois dos Bronzes de Riace, a descoberta mais importante da Idade do Bronze. É o principal polo cultural na província iônica de Cosenza e abriga achados arqueológicos de três cidades sobrepostas: a antiga Síbaris, Túrio (arcaicos e helênicos) e Copia (romanos).

O moderno prédio de dois andares abriga em suas redomas vários objetos e é dividido em cinco áreas de exposição, dentre elas uma central. Na primeira redoma estão guardados os achados da era pré-histórica e do período protozóico, provenientes da Torre Mordillo e do Parque Arqueológico Broglio di Trebisacce (nos arredores de Spezzano Albanese). Já na segunda redoma estão os achados provenientes da primeira fundação de Síbaris. Na terceira há o acervo de Francavilla Marittima. Na quarta redoma estão as provas arqueológicas da área urbana de Síbaris e Planície Sibarita, com objetos da cidade de Túrio.

O museu fica entre o parque arqueológico da antiga Síbaris (onde fica a cidadezinha atual de Síbaris) e a aldeia de Cassano allo Ionio, na província de Cosenza. A sede principal do museu foi construída nos anos 90 sob o projeto do arquiteto Riccardo Wallach.

O museu abriga achados remanescentes desde a era protozóica da Magna Grécia até a civilização romana, referentes às cidades de Síbaris, Túrio e Copia (e às várias alocações presentes na área, incluindo Brutium e Enótria) encontrados principalmente durante as escavações no Parque do Cavalo, na Casa Bianca, no sítio arqueológico de Castiglione di Paludi e no monte Timpone Motta.

Informações Úteis

A entrada é gratuita para os visitantes até 18 anos de idade e idosos acima de 65. Estudantes de História da Arte também não pagam. Horário de funcionamento: das 09:00h às 19:30h (fecha às segundas-feiras).

Valores

  • € 3,00 – visitantes de 25 a 65 anos.
  • € 1,50 – visitantes de 18 a 25 anos.
VIAJANDO PARA A CALABRIA - Guia de ViagensQUER VIAJAR PARA A CALÁBRIA?

Receba todas as dicas que você ´precisa para curtir ao máximo sua viagem!
São 117 páginas de informações de quem conhece a Calábria como ninguém. Apenas 4,99 euros - aproveite! 


BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conheça a História de Síbari

A cidade de Síbaris foi fundada por volta de 710 a.C. no fim do reinado de Rômulo, pertencente à colônia dos Aqueus. Assim como quase todas as colônias gregas, também Síbaris foi formada próximo ao mar, entre os rios Crato e Coscile. A cidade, com uma modesta estrutura agrícola e comercial, crescia sempre mais até ocupar uma grande área, tornando-se uma cidade rica e poderosa.

A colônia grega de Síbaris surgiu em um período muito favorável para o plantio, e isso permitiu que a cidade aumentasse sua riqueza, graças também a uma política que favorecia a imigração. Foi pátria de outras colônias da costa do mar Tirreno, entre elas Poseidônia, Laos e Skidros. Os sibaritas foram notórios na Grécia do século VI por seu estilo de vida luxuoso. Tornaram-se rapidamente um ótimo grupo mercantil, fazendo várias negociações comerciais com os maiores portos do Oriente.

No ápice de seu poder, porém, Síbaris causava inveja às populações vizinhas, principalmente à cidade de Crotona. Portanto, em 510 a.C., o povo de Crotona a destruiu completamente (desviando o curso do rio Crato em direção a área residencial de Síbari de modo que ela não pudesse nunca mais “ressuscitar”).

Passados sessenta e seis anos (em 444 a.C.)…

Passados sessenta e seis anos (em 444 a.C.), por ordem de Péricles de Atenas, a cidade de Túrio foi fundada no mesmo local de Síbaris (mas Túrio nunca conseguiu a tamanha grandeza da antiga Síbaris). Após passar por tantos perigos e ameaças das populações vizinhas, Túrio foi obrigada a pedir ajuda aos Romanos – tornando assim colônia romana, com o nome de Copia. O centro permaneceu ativo até o fim do século VI d.C., quando a difusão da malária culminou em seu abandono. Os sítios arqueológicos são testemunhas dessa sobreposição de povos e civilizações. A camada superficial das escavações revela as ruínas da Copia romana (o teatro, as termas e as casas patrícias – nobreza romana).

Já na terceira camada surge Síbaris, isto é, Túrio. Passado um século do domínio romano (durante o qual a cidade foi reconstruída), o governo concedeu a seus habitantes o privilégio da cidadania romana (que tinha lá suas vantagens). VEJA O VIDEOHoje a situação geofísica está bem diferente daquela época, com a planta prejudicada após tantas alterações aluviais – o que torna difícil a identificação correta de cada cidade.

Conheça algumas Curiosidades

  • Historiadores afirmam que Síbaris era a colônia mais próspera da Magna Grécia, mas que também tinha todos os males e vícios do mundo. A personalidade sibarítica era símbolo de ócio, luxúria e perversão.
  • Diz-se que os sibaritas eram amantes da boa refeição (e de grandes gulodices), tanto que era comum organizarem banquetes às custas do Estado.
  • Esta civilização era conhecida no mundo antigo como um povo sem senso de honra nem amizade.


Como Chegar a Sibari?


1) Como Chegar a Sibari? DE AVIÃO

Escalas de Lamezia Terme, Crotone e Bari. Saiba aqui como ir do Aeroporto de Lamezia Terme para o Centro de Lamezia, Cosenza e Reggio Calabria!

Leia também nossos posts sobre Aeroportos na Itália no meu outro blog (Viajando para Itália):

2) Como Chegar a Sibari? DE ÔNIBUS

Serviço de linha de Roma, Perúgia, Florença, Bolonha, Milão, Verona e Turim – com partidas diárias.

3) Como Chegar a Sibari? DE TREM

Com Eurostar e Wagonlit de Milão, Turim e Roma – até a estação de Síbaris. LEIA O POST COMO CHEGAR NA CALÁBRIA PARA CONHECER MAIS DETALHES!!

Você sabia que a Trenitalia é a principal sociedade italiana destinada à gestão do transporte ferroviário. Saiba aqui “Qual é a diferença dos trens na Itália?“. Compre sua passagem online com antecedência e economize muito, leia o Post “Como comprar uma passagem de trem na Itália?“.

4) Como Chegar a Sibari? DE CARRO

Rodovia A3 (Salerno/Reggio Calabria), saída Sibari + SS 534. Rodovia A14 (Bologna/Taranto), saída Taranto + SS 106 até o km 27 (Marina di Sibari).

Leia também VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: EXEMPLOS DE ROTEIROS. Se for alugar um carro não deixe de ler nossos posts na seção Dirigindo na Itália no blog Viajando para Itália. Além de dicas de roteiro de carro, temos tudo sobre sinalizações, pedágios, estradas e muitos mais dicas.

Vai viajar pela Itália de carro?

Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da ideia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

Importante Saber

Se for dirigir na Itália é imprescindível a carteira internacional ou a sua CNH do Brasil com tradução juramentada, O.K.? Se não possuir, não dirija, pois você terá muitos problemas caso seja parado pela polícia italiana! LEIA O POST PRECISO DE CARTEIRA INTERNACIONAL PARA DIRIGIR NA ITÁLIA (PID)?


Assista esse vídeo e saiba: Fazer uma viagem perfeita para Itália? Como funciona a consultoria da Ana Patrícia? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)



Conclusão

Esta parte do território calabrês, conhecida topograficamente como “Planície Sibarita”, presenciou o surgimento, o desenvolvimento, a expansão e depois o declínio da grande cidade de Síbaris. Aqui se instalaram novos povos, em épocas sucessivas à destruição da cidade grega, sobrepondo as suas antigas ruínas. Essa estratificação faz de Síbaris um dos maiores e importantes lugares do Mediterrâneo da idade arcaica e da idade clássica.

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!


Conheça todos os nossos passeios na Calábria agora mesmo!

Veja todos os nossos posts sobre a Calábria!

Grande abraço da Calábria

2 Comentários/Comments
  1. Salvatore Santagada Diz / Says

    Ana, parabéns pela reconstituição histórica de Síbari e seu parque arqueológico. Seu texto é um belo convite para visitar está parte importante da Calábria. Sou sociólogo, 65 anos, nasci na cidade de Cassano Allo Ionio (Cosenza/Calábria), moro em Porto Alegre (RS/Brasil) desde dez./1956. O material histórico que li sobre Síbari, situa a ex-colonia grega na área que é hoje a cidade de Cassano, ao menos o Parque Arqueológico da localização do sítio urbano.
    Renovo minhas congratulações pelo seu ótimo trabalho.
    PS: Poderias me informar sobre alguma bibliografia para pesquisar sobre os comentários do seu texto “Curiosidades”?
    ***
    Curiosidades
    Historiadores afirmam que Síbaris era a colônia mais próspera da Magna Grécia, mas que também tinha todos os males e vícios do mundo. A personalidade sibarítica era símbolo de ócio, luxúria e perversão.
    Diz-se que os sibaritas eram amantes da boa refeição (e de grandes gulodices), tanto que era comum organizarem banquetes às custas do Estado.
    Esta civilização era conhecida no mundo antigo como um povo sem senso de honra nem amizade.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Olá querido tudo bem? Obrigada pelo teu excelente comentário:) Quase todos os livros que leio ou que estudo sobre Sibari fala sobre a sua vida de grande luxo fazendo o confronto com Crotone que era totalmente o contrário. Em italiano posso te enviar nome de alguns livros (mas vc consegue comprar no Brasil?) em português, sinceramente não sei se existe material sobre Sibari.:( Me avise, abraços, Ana Patricia

Deixe uma resposta / Leave a comment

Seu endereço de email não será publicado.