Viajando para a Calábria
Encante-se com a Calábria!

Vamos conhecer Reggio Calabria?

Viajar para Régio de Calábria - “A ponta da Itália”

30 799

This post is also available in: English (Inglês)

Nossa Introdução

Régio de Calábria, excepcional por sua costa tirrena, é uma das cidades mais visitadas da Calábria. Conhecida pelo seu agradável litoral, que foi definido por Gabriele D’Annuzio como: “o mais belo quilômetro da Itália”. Vamos ao nosso post do dia: Vamos conhecer Regqio Calabria? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Calábria você realiza a viagem dos seus sonhos!!!

O que ver em Reggio Calabria?

Reggio Calabria é considerada a pérola do Mediterrâneo, iremos descobrir então tudo o que envolve esta cidade mágica: os monumentos, a arte, a cultura e também as lendas. Em primeiro lugar, falaremos de sua orla encantadora e também do interessante centro histórico, que fica entre o mar e as montanhas do Parque Nacional de Aspromonte. Com certeza você vai ficar impressionado com a orla de Matteotti, é uma espécie de jardim botânico repleto de palmeiras, flores e plantas exóticas de uma variedade enorme.

1) Vamos conhecer Reggio de Calabria? CONHEÇA A ORLA DE REGGIO CALABRIA

Paisagem de encantar os olhos é o Estreito de Messina, onde nos dias mais limpos é possível avistar até o vulcão Etna. Qualquer um que tenha visitado Régio de Calábria há de concordar que sua orla é uma das mais belas da Itália!

2) Vamos conhecer Reggio de Calabria? CONHEÇA A VILLA GENOESE ZERBI

A Villa Saverio Genoese Zerbi, comumente chamada de Villa Zerbi ou Villa Genoese Zerbi, é um importante monumento histórico e também foi um dos centros de exposições da cidade de Régio de Calábria. Fica na orla de Falcomatà, na área onde, antes de 1860, era a antiga vila em estilo barroco da família Genoese. Essa era uma conhecida família nobre que ao final do século XIX mudou o próprio nome para Genoese Zerbi. Após ser destruída pelo terremoto, a Villa foi reconstruída por um versátil projeto elaborado pelos engenheiros Zerbi, Pertini e Marzats em 1915. O prédio, que é um verdadeiro exemplo da arquitetura neogótica, fica de frente a Corso Vittorio Emanuele III.

3) Vamos conhecer Reggio de Calabria? CONHEÇA A CATEDRAL DE REGGIO CALABRIA

Ao passear pela avenida principal da cidade, Corso Garibaldi, você vai encontrar o Duomo, Catedral de Nossa Senhora da Assunção, em estilo românico-gótico com uma fachada extraordinária, junto com a escadaria de onde é possível observar as estátuas de São Paulo e São Estêvão, esculpidas por Francesco Jerace. No interior da catedral, há várias decorações e vitrais góticos, sem falar no requintado púlpito todo feito em mármore e o altar de Nossa Senhora da Consolação, padroeira da cidade. SAIBA MAIS SOBRE A CATEDRAL CLICANDO AQUI!

4) Vamos conhecer Reggio de Calabria? CONHEÇA O CASTELO DE REGGIO CALABRIA

Além da Catedral, merece uma visitinha também as ruínas do Castelo, que remetem ao período aragonês. Hoje permanecem apenas as duas grandes torres e uma parte da muralha. A história do castelo segue de mãos dadas com a de Régio, pelo menos a partir do século VI d.C. Na era grega, e depois romana, a região montanhosa onde hoje existe o que restou do castelo devia ter um papel fundamental no sistema de proteção à cidade.

Sua Localização

O Castelo Aragonês é a principal fortaleza da cidade e está localizado na praça homônima, entre as vias Aschenez e Possidonea. É considerado, junto com as esculturas de bronze de Riaci, um dos principais símbolos históricos da cidade de Régio de Calábria, onde abriga o Observatório do Instituto Nacional de Geofísica desde 1956.

Um pouco da História do Castelo

Desde o fim da Primeira Guerra Mundial até 1986, o Castelo Aragonês foi sede do Observatório do Instituto Nacional de Geofísica, um centro sísmico e meteorológico. Em 7 de maio de 1986, devido a restaurações idôneas, um pedaço do castelo desabou. Hoje, graças aos habilidosos e modernos trabalhos de restauro, o castelo se apresenta em toda a sua beleza e foi reaberto ao público em 2004, tornando-se um centro de exposições importante. Com a reforma do monumento e dos arredores, na Praça Castelo com a via Aschenez, o Castelo Aragonês vem a ser um ponto de referência histórico-cultural, sede de exposições temporárias e mostras de arte.

5) Vamos conhecer Reggio de Calabria? CONHEÇA O PALAZZO CAMPANELLA

O Palácio Campanella, conhecido como “a casa de todos os calabreses”, é sede do Conselho Regional da Calábria. Assim intitulado em homenagem ao célebre calabrês Tommaso Campanella, o edifício está localizado na via Cardinale Portanova, no nordeste do centro histórico da cidade, em uma área enorme onde antes ficava uma base militar, e antes ainda, um quartel. O palácio tem um aspecto moderno, até um pouco futurista: a construção se estende por oito andares, com a fachada toda em vidro espelhado, em uma moderna sobreposição de ângulos. O complexo arquitetônico é formado por vários prédios interligados por passarelas metálicas, que de brincadeira foram apelidadas de “nave espacial”. No centro do Palazzo há uma praça, chamada Agorà, onde fica o salão do Conselho Regional, sustentado por pilares imponentes.

VIAJANDO PARA A CALABRIA - Guia de ViagensQUER VIAJAR PARA A CALÁBRIA?

Receba todas as dicas que você ´precisa para curtir ao máximo sua viagem!
São 117 páginas de informações de quem conhece a Calábria como ninguém. Apenas 4,99 euros - aproveite! 


BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

6) Vamos conhecer Reggio de Calabria? CONHEÇA O MUSEU DE REGGIO CALABRIA

Quando se fala em Reggio Calabria, logo vêm à mente as estátuas de bronze de Riace, consequentemente o Museu Arqueológico Nacional que, além das esculturas, abriga um grande acervo de achados arqueológicos da época greco-romana. A instituição do museu estadual foi promovida pelo superintendente Paolo Orsi, que pretendia juntar os objetos do Museu Cívico (coordenado pela Prefeitura desde 1882) e os achados arqueológicos (fruto das escavações realizadas em solo calabrês). O Museu Nacional de Régio de Calábria é a principal atração cultural da cidade, especialmente pela singularidade dos itens expostos (como as esculturas de Bronze de Riace).

Um pouco mais sobre o Museu

O abundante acervo arqueológico, com materiais encontrados nas escavações na própria região da Calábria e Basilicata, é importante para se aproximar da antiga cultura desta parte da Magna Grécia. Principalmente as esculturas de bronze de Riace, famosas no mundo inteiro, duas grandes estátuas originais de guerreiros gregos da metade do século V a.C., que se acredita ser de autoria do artista Fídias (ou senão dos seus alunos). PARA SABER MAIS SOBRE OS BRONZES DE RIACE CLIQUE AQUI!

Também de grande prestígio são os restos da antiga Lócris, com os pinakes (quadros de cerâmica em relevo), oferecidos para a incrível deusa mitológica Perséfone. Além disso, tem a coleção de Dióscuros em mármore (do início do século V a.C.). Na seção de arte medieval e moderna destacam-se os dois quadros de Antonello da Messina, São Jerônimo e Abraão e os Anjos (1457), e o Retorno do Filho Pródigo de Mattia Preti.

Algumas informações sobre o Museu

A inauguração do Museu aconteceu graças à iniciativa de um grupo de artistas, patriotas e estudiosos de Reggio Calabria, que instituíram em 1882 um Museu Cívico com acervo arqueológico, etnográfico e artístico. Após o terremoto de 1908, a coleção teve de ser transferida para outra sede. O edifício, projetado pelo arquiteto Marcello Piacentini em 1932 e inaugurado em 1959, foi um dos primeiros prédios italianos especificamente configurados para ser um museu. A fachada é decorada com medalhões que reproduzem a moeda da Magna Grécia. As ampliações mais recentes do Museu provêm dos anos 1981-1982, quando foi criada a nova seção de Arqueologia Subaquática, destinada a abrigar as famosas estátuas de bronze de Riace, dentre elas a “Cabeça do Filósofo” e a seção dedicada à vida nas colônias gregas.

Endereços e Horários

O Museu fica na Piazza de Nava, no centro da cidade. Aberto todos os dias (exceto segunda-feira) das 9h às 19h. Entrada: o custo do ingresso é de €8 e a meia €5 (de 18 a 25 anos), gratuito para jovens abaixo de 18 e idosos acima de 65. Verifique sempre as informações no site oficial do Museu clicando aqui!

  • Tel.: 0965/812255
  • Fax: 0965/25164
  • E-mail: archeorc@arti.benicultura.it

Assista a esse vídeo com algumas imagens de Reggio Calabria e se encante!!!


Um Pouco da História de Reegio Calabria

A história milenar de Régio de Calábria começa por uma origem mitológica de 2000 a.C., para então seguir com a fundação como colônia grega no século VIII. Seu nome era “Reghion”, que do grego significa “separar com força” refere-se à natureza da fenda ou rachadura geológica que levou, nos tempos antigos, a formação do estreito. Depois de Cumas, foi classificada como a colônia mais antiga do sul da Itália.

Na verdade, ela foi fundada por colonizadores gregos vindos de Cálquida ou Cálcis, e depois de Zangle nos anos 730-720 a.C. Era uma cidade próspera da Magna Grécia, e mais tarde aliada de Roma. Em seguida, foi uma das grandes metrópoles do império bizantino, porém foi dominada por normandos e suábios, anjous e aragoneses. Além disso, foi destruída diversas vezes por terremotos graves em 1562 e 1783. Começou a fazer parte do Reino de Nápoles depois, do Reino das Duas Sicílias, e por fim, da Itália.

Sua Reconstrução

Em 1908 sofreu outra destruição, desta vez por um novo terremoto e maremoto terríveis. Foi reconstruída logo depois, no movimento Art Nouveau, porém mais tarde ficou parcialmente danificada pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial. Desenvolveu-se de modo significativo durante o século XX, mas no início dos anos ’70 foi protagonista de sérias revoltas locais, que culminaram décadas de decadência. Ainda assim, graças a uma série de administrações bem-sucedidas, a cidade conseguiu se recuperar, voltando a ser – segundo dados demográficos, econômicos e turísticos – a principal de toda paisagem mediterrânea.

Seu aspecto moderno, com terreno regular, altura limitada para prédios, ruas largas e quarteirões retilíneos, se deve à reconstrução após o terremoto de 1908 que arrasou a região. A cidade vive em profunda relação com o mar, até porque fica de frente para uma das rotas marítimas mais famosas: o Estreito de Messina. Portanto, é claro, parte da sua economia se baseia no turismo, tanto pelas praias quanto pela arte.

CURIOSIDADES: VOCÊ SABIA QUE EM 2017 O NEW YORK TIMES ELEGEU A CALÁBRIA COMO UM DOS 52 LUGARES IMPERDÍVEIS A SEREM VISITADOS NO MUNDO? FOI A ÚNICA REGIÃO ITALIANA ELEITA PELO NEW YORK TIMES EM 2017!E VOCÊ, VAI FICAR DE FORA?

Entre Mitos e Lendas

Como dissemos, em Régio de Calábria rola uma atração pelos mitos e mistérios. Reza a lenda que, ao passear pela orla da cidade em uma noite quente de verão, é possível ver o povoado e as mansões da Costa Siciliana espelhados entre o céu e o mar, a tal ponto de distinguir as pessoas. Se isso acontecer, não tenha medo, é apenas o feitiço de Morgana. Essa ilusão de ótica que mais parece uma miragem é quando a atmosfera está calma e o mar, imóvel.

Dizem que até o conde Rogério I da Sicília foi enfeitiçado. A fim de induzi-lo a conquistar a Sicília, com uma varinha mágica, a feiticeira Morgana a fez aparecer tão perto que dava para tocá-la com as mãos, mas o rei normando, indignado, recusou-se a tomar a ilha. E assim, sem a ajuda da Feiticeira, levou trinta anos para conquistá-la.

O Fenômeno

Quando acontece esse fenômeno a Costa Siciliana fica a poucos metros de distância da Costa Calabresa. É possível ver bem as casas, os carros e as pessoas caminhando pelas ruas de Messina. Isso acontece quando gotículas do mar, rarefeitas na superfície, agem como lupa. O fenômeno é também uma das bruxarias de Morgana, a feiticeira da mitologia celta.

Esta cidadezinha não se destaca apenas pelas lendas e paisagens à beira-mar, mas oferece também muita arte. É possível visitar vários monumentos, a catedral e igrejas de diversas arquiteturas (consequência dos vários domínios pelos quais o povo passou). Também, edifícios públicos e privados, assim como os fantásticos prédios em estilo Art Dèco – clássicos que aparecem nas ruas – e tantos outros pontos turísticos.


Como chegar a Reggio Calabria?


Régio de Calábria é uma antiga cidade, que fica bem no Estreito de Messina. É um importante destino da Itália, tanto turístico como cultural.

1) Como chegar a Reggio Calabria? DE AVIÃO

A cidade possui um aeroporto chamado Aeroporto do Estreito “Tito Minniti”, localizado na via Provinciale Ravagnese. Saiba aqui como ir do Aeroporto de Lamezia Terme para o Centro de Lamezia, Cosenza e Reggio Calabria!

Leia também nossos posts sobre Aeroportos na Itália no meu outro blog (Viajando para Itália):

2) Como chegar a Reggio Calabria? DE TREM

Trens estaduais atendem a cidade de Régio de Calábria. LEIA TAMBÉM O POST COMO CHEGAR NA CALÁBRIA PARA CONHECER MAIS DETALHES!!

Você sabia que a Trenitalia é a principal sociedade italiana destinada à gestão do transporte ferroviário. Saiba aqui “Qual é a diferença dos trens na Itália?“. Compre sua passagem online com antecedência e economize muito, leia o Post “Como comprar uma passagem de trem na Itália?“.

3) Como chegar a Reggio Calabria? DE NAVIO

Pela Sicília tem as balsas na Ferrovia Estadual. Meio de transporte rápido: Messina/Reggio Calabria e Aliscafi SNAV.

4) Como chegar a Reggio Calabria? DE CARRO

De Milão, Bolonha, Florença e Roma – é só pegar a estrada A1. Antes de chegar em Nápoles, entrar na A30 sentido Caserta-Salerno e depois na A3 sentido Salerno-Calabria (não tem pedágio). O acesso é pela entrada Casello Porto.

Leia também VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: EXEMPLOS DE ROTEIROSSe for alugar um carro não deixe de ler nossos posts na seção Dirigindo na Itália no blog Viajando para Itália. Além de dicas de roteiro de carro, temos tudo sobre sinalizações, pedágios, estradas e muitos mais dicas.

Vai viajar pela Itália de carro?

Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da ideia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

Importante Saber

Se for dirigir na Itália é imprescindível a carteira internacional ou a sua CNH do Brasil com tradução juramentada, O.K.? Se não possuir, não dirija, pois você terá muitos problemas caso seja parado pela polícia italiana! LEIA O POST PRECISO DE CARTEIRA INTERNACIONAL PARA DIRIGIR NA ITÁLIA (PID)?


Assista esse vídeo e saiba: Aonde ir ao banheiro na Itália? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)



Conclusão

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!


Conheça todos os nossos passeios na Calábria agora mesmo!

Veja todos os nossos posts sobre a Calábria!

Grande abraço da Calábria

30 Comentários/Comments
  1. Marly Diz / Says

    Estou em reggio Calábria e gostaria de falar com você para lhe contatar como guia de turismo

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Te enviei um email. Abraços, Ana

  2. jose affonso dos reis neto Diz / Says

    Ola Ana Patricia.Seu site é maravilhoso. Rogo sua ajuda. Meu tour começa em Palermo e vem pela Sicília.Estou em Catania.Qual o melhor meio e mais eficiente, para chegar em Reggio Di Calabria., de transporte publico. obrigado

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Bom dia José, obrigada.. super simples.. o trem:) tem vários sempre com partida de Catânia e custa pouco.. Grande abraço e boa viagem, Ana Patricia

  3. Carolina Diz / Says

    Olá Ana!
    Estarei em Reggio dia 22 de Maio, gostaria muito de saber como estará o clima nestes dias (ficarei ate dia 10 de junho), pois sei que é primavera, mas o clima ao certo pode mudar… E estou muito em dúvida em relação às roupas que levarei.
    Obrigado desde já.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Carolina estamos na primavera, mas nesse periodo ainda está friozinho.. para o final do mês de norma deverá estar quente.. mas esse ano o tempo não está ajudando muito:( abraços,
      Ana Patricia

  4. Angelica Diz / Says

    Estou aguardando tua resposta.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Sobre o que?

  5. nilza Diz / Says

    Passarei todo o mes de outubro em Reggio di Calábria, gostaria de saber sobre a temperatura, chuvas…Agradeço a informação.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Outubro geralmente ainda é calor e chove muito pouco.. Grande abraço e boa viagem, Ana

  6. Daniela Gomes Diz / Says

    Oi, Ana Patricia! Parabéns pelo blog! Gostaria de falar contigo a respeito dos teus serviços de interprete. Seria possível tu me informares o teu e-mail ou contatar-me? Obrigada, Daniela.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Olá querida, respondi por email:)

  7. Denise Diz / Says

    Ana, muito obrigada pelo prazer de ler seu blog e mais ainda usa-lo na bella Calabria!!! Segui algumas de suas sugestoes comecando por Reggio Calabria, Pentedatillo, Scilla, Tropea, Capo Vaticano, Pizzo, Santa Severina, Le Castella e Rossano. Amei Rossano, pena nao ter tido tempo suficiente para conhecer o monasterio Parthirion… a catedral e o Codex sao imperdiveis, a cidade assim como Santa Severina, muito bem conservadas e cuidadas, o povo extremamente gentil. Foi uma grata surpresa!! Voce tem toda razao em amar a Calabria. Muito obrigada por nos instigar a conhecer locais inusitados aos brasileiros.. Um abraco, Denise

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Olá querida, que delicia ler a tua msg!! Espero que realmente você tenha aproveitado a minha Calábria!! 🙂

  8. Amauri SImoes Diz / Says

    Estarei indo para Reggio na Calabria em 17 de março de 2017, vou desembarcart em Roma no Aeroporto Leonardo da Vinci, Fiumicino – segundo a CVC Viagens daqui do Brasil e depois irei ate Reggio de carro, é possivel isso? Ou tenho que pegar outro aviao de Roma ate Reggio? Neste março de 2017 como sera o clima em Reggio, chove muito? Faz muito frio? Tem muita agua com gas geladinha com limão? Adoro essa bebida. Não tomo alcoolicos. Um abraço.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Você pode fazer das duas maneiras.. com o avião obviamente é mais rápido:) por isso te aconselho como opção.. Em março geralmente faz frio e chove.. Abraços, Ana

  9. Arthur Diz / Says

    Boa noite, Ana!
    Vou ficar na Calabria por cerca de 3 meses. Estamos eu e meu primo para reconhecer a cidadania. Você mora em Reggio? Você saberia nos indicar alguns grupos de atividades para interação ou alguns cursos gratuitos por aqui? Estamos sozinhos e não conhecemos ninguém então qualquer atividade seria ótimo! Muito obrigado

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Olá Arthur.. tua msg foi para o spam.. não moro em Reggio:( e não conheço esses tipos de grupos.. sinto muito.. te aconselho quando chegar em Reggio procurar a proloco local de turismo:) talvez eles possam te informar.. um grande abraço e boa sorte, Ana

  10. Maruza Santos Diz / Says

    Lindo esse lugar, espero um dia conhece lo

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Com certeza querida! 🙂

  11. Camila Nicoleti Stancato Chrispim Diz / Says

    Bom dia Ana,

    Gostaria de tirar algumas dúvidas sobre Calabria.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Camila basta deixar os teus comentários aqui que responderei na medida do possivel ou em caso de necessidade de receptivo turistico me enviar um email. Abraços, Ana Patricia

  12. Adriane Diz / Says

    Estamos em Reggio temos interesse em conhecer a arredores, a Calábria em si…Poderia falar sobre sua disponibilidade e qual roteiros sugeridos fugindo um pouco dos roteiros muito turísticos??

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Te enviei um email. Aguardo, Ana

  13. valeria Diz / Says

    Ola Patricia, td bem? Queria uma dica sobre Reggio calabria..pretendemos ficar 4 ou 5 dias e conhecermos Scilla, Tropea , Cosença com uma passada por Rossano (terra de meus avós). Qual seria um lugar bacana para procurar uma cidade-base para estas visitas? Estaremos de carro. Obrigada

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Valeria eu te aconselho estar em Cosenza para visitar os outros lugares.. enquanto em Reggio para visitar Reggio e Scilla.. precisando de um acompanhamento fico a disposição.. um grande abraço, Ana

  14. Kátia Leiroz Teixeira Diz / Says

    Olá, Ana. Estou com uma dúvida. Espero que possa me ajudar. A balsa para a Sicília sai da Villa de San Giovanni. Essa Villa fica em Reggio Calabria? Estando em Reggio Calábria, como ir de carro para a Villa? Desde já agradeço. Parabéns pelo trabalho. Aguardo sua resposta. Obrigada

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      Katia tua msg tinha ido para o Spam.. Villa San Giovanni é uma cidadade do lado de Reggio Calabria.. basta colocar no GPS porto di Villa San Giovanni.. abraços, Ana

  15. Soraya e Evandro Diz / Says

    Estivemos por 3 dias ei Reggio Calábria, se for indicação para viagem, não aconselho a vir, pessoas não são acolhedoras a turistas, cidade não funciona aos domingos. Com a situação do corona vírus, a indicação é desde o Brasil, utilizar máscaras. Sentimos constrangidos com a situação, pois as pessoas criaram um certo preconceito em relação a nossa presença, chegando até a mudar o destino de passagem. Não gostamos da cidade e não indicaria como turismo.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz / Says

      🙂 nesse periodo nada é simples.. o medo é grande em todos os lugares cara.. espero que um dia possa voltar e ter uma melhor impressao:) um grande abraço, Ana

Deixe uma resposta / Leave a comment

Seu endereço de email não será publicado.